Filmes

Ressonâncias (2021)

Direção: coletiva – CMC e Sonora: músicas e feminismos
Performance, Montagem, Edição de Som e Mixagem: Marina Mapurunga

digital, 23 min., 2021, Salvador-BA, Goiânia-GO, São Paulo-SP, Berlim-ALE

A janela se abre. Um percurso sonoro entre águas, vibrações, ressonâncias.

 

(in)fleXos (2020)

Direção, roteiro, som, música, fotografia, montagem e performance: Flora Holderbaum, Marina Mapurunga, Nanati Francischini e Tânia Neiva.

digital, 29 min., 2020, Florianópolis-SC, Salvador-BA, São Paulo-SP, João Pessoa-PB

A partir do improviso improvável de quatro artistas de diferentes localidades – Florianópolis, João Pessoa, São Paulo e Salvador -, cria-se um quinto lugar de (in)flexão. Distopia em movimento aberto e lento, cruzamento de imagens e sonoridades que refletem a impossibilidade dos encontros, os obstáculos que atravessam o dia-a-dia comum. Imagens de um modus operandis do contexto pandêmico, sobreposto às singularidades que ocupam um espaço ordinário de invenção.

Maré (2018)

Direção: Amaranta César
Direção de som e Edição de Som: Marina Mapurunga

digital, 22 min., 2018, Cachoeira, BA

O movimento da maré: várias gerações de mulheres quilombolas entre o impulso de partir e a vontade de ficar, entre a incerteza do futuro e a força da ancestralidade.

 

Café com canela (2017)

Direção: Ary Rosa e Glenda Nicácio
Direção de som: Marina Mapurunga e Ary Rosa
Edição de som:
Marina Mapurunga

digital, 100 min., 2017, Cachoeira, São Félix e Muritiba, BA

Recôncavo da Bahia. Margarida vive em São Félix isolada pela dor da perda do filho. Violeta segue a vida em Cachoeira, entre adversidades do dia a dia e traumas do passado. Quando elas se reencontram, inicia-se um processo de transformação, marcado por visitas, faxinas e cafés com canela, capazes de despertar novos amigos e antigos amores.

 

Drakkar (2015)

Direção: Nina Tedesco e Giu Jorge
Som direto: Marina Mapurunga e Guilherme Farkas.

digital, 14 min., 2015, Niterói e Rio de Janeiro, RJ

Nino tem oito anos e é louco por barcos. Decide então construir uma fantasia de Drakkar, “a melhor embarcação que o mundo já teve”, para usar no bloco de Carnaval. Quando a festa começa, os amigos não entendem o grande poder de sua fantasia, até ele conhecer um Cavalo-Marinho.

Longitudes (2015)

Direção: Michelline Helena e Amanda Pontes
Desenho de som e mixagem: Marina Mapurunga

digital, 19 min., 2015, Fortaleza, CE

“Descobri que não há nenhuma maneira mais acertada de descobrir se você gosta de pessoas ou não do que viajar com elas.”

 

O Melhor Amigo (2013)

Direção: Allan Deberton
Desenho Sonoro e Edição de Som: Marina Mapurunga

digital, 17 min., 2013, Fortaleza, CE

Sábado, primeiro dia de férias. Lucas e Felipe decidem ir a praia.

 

 

Doce de Côco (2010)

Direção: Allan Deberton
Continuidade: Marina Mapurunga

digital, 20 min., 2010, Fortaleza, CE

A família de Diana trabalha com cocadas caseiras. João, o irmão mais novo, pega o fruto do coqueiro para que Diana e a mãe preparem os doces. Zacarias, o pai, sai para a cidade vender. Tudo muda quando Diana vai tomar banho no rio…